CITÉ DU VIN RECEBEU NUM ANO PERTO DE 500.000 VISITAS

CITÉ DU VIN RECEBEU NUM ANO PERTO DE 500.000 VISITAS

Quando se fala em França, a primeira cidade que nos vem à cabeça é Paris e, quando o tema são parques temáticos, Disneyland é a escolha da maioria dos turistas. Mas se falarmos de vinhos, a conversa é outra e a localização geográfica também: a sul de França, perto da fronteira com Espanha, encontra-se em Bordéus a Cidade dos Vinhos. 

 

A Cidade dos Vinhos representa uma autêntica viagem e descoberta pelas culturas e civilizações do vinho. Com mais de 20 diferentes áreas temáticas e um espaço que ocupa mais de 3 mil metros quadrados, este museu do vinho representa uma possibilidade para se explorarem as diversas facetas do mesmo ao longo do tempo e espaço.  

 

Para além disto, a Cidade dos Vinhos oferece ainda Workshops e uma simulação de uma viagem de barco, tudo isto por apenas 20 euros. Este preço inclui ainda um guia multimédia (em 8 línguas diferentes) e um copo de vinho no final da visita, à escolha de quem visita, entre vinte variedades distintas. 

 

Se por um lado é verdade que o número de visitas, neste parque temático, dificilmente pode ser comparado com os da Disneyland, o sucesso da Cidade dos Vinhos tem sido significativo. No último ano, a “Cidade” recebeu cerca de 445 mil pessoas, naquele que foi apenas o segundo ano de existência. 

 

Bordéus é sem dúvida uma das principais regiões vinícolas em França, mas encontra-se bastante longe da capital e acaba por não ser uma primeira escolha para os turistas, não sendo uma coincidência, o facto de a maioria dos visitantes da Cidade do Vinho serem Franceses.  

 

Para ajudar a aumentar o turismo na cidade, foram criadas, no ano passado, duas linhas ferroviárias de alta velocidade numa tentativa de chamar para sul o grande número de turistas que visitam o país.  

 

Recorde-se que de acordo com o World Atlas, França foi em 2017 o país mais visitado em todo o mundo, com 82,6 milhões de turistas.  

3 Comentários

    • Avatar
      João Rodrigues
      Mar 28, 2018

      Um bom exemplo para o nosso país. O Porto ainda tem as caves de Vila Nova de Gaia e todo o enoturismo à volta do vinho do porto. Agora Lisboa é uma miséria. Fazia falta, na capital, algo alusivo a um produto de que tanto orgulho temos e que juntamente com o turismo é excelente para promover a nossa imagem nacional além fronteiras. Eles (os franceses) sabem da "poda" ...

      • Avatar
        Sandra
        Mar 31, 2018

        Porque é que Lisboa tem que ter tudo? Esta cidade dos vinhos também não é na principal cidade francesa, é onde faz sentido ser. Lisboa tem pouca ligação com vinhos. Há tantos outros sítios que faz mais sentido, Porto sem dúvida, Alentejo

    • Avatar
      José Carlos Soares
      Mar 28, 2018

      Quanto terão investido nisto? O edifício é magnífico!

Comente este artigo

* Nome:
* E-mail: (Não Publicado)
   Website: (Url do site com http://)
* Comentário: