CAMPOLARGO BRANCO CERCIAL 2015

Campolargo dá nome a um projecto familiar, que é atualmente indissociável da história da região da Bairrada, sobretudo pela sua inovação e inconformidade com que sempre se caracterizaram os seus produtos de elevadíssima qualidade. 

Ler mais


23,00€

FICHA TÉCNICA

Região Bairrada
Tipo Branco
País Portugal
Produtor Manuel dos Santos Campolargo Herdeiros
Castas 100% Cercial
Enólogo Raquel Carvalho/Carlos Campolargo
Teor Alcoólico 11,5%
Ano 2015
Produção 2.200 Garrafas
Capacidade 750 ml
Vinificação Vinificação Após decantação, fermentação em barrica usada sem temperatura controlada. Batonnage com borras finas até ao engarrafamento.
Visual Cor Citrino
Descrição Aroma Muito fino no aroma, com notas de flores brancas.
Nariz Paladar Na boca confirmamos a finess do aroma , com notas ligeiras de fruta branca. Final de Prova Muito boas, estrutura e frescura
Temperatura para servir 10º - 12ºC
Combinações Ideal para acompanhar pratos de peixe ou marisco, queijos e também sobremesas

Clientes que compraram este produto também compraram:

Outros Vinhos que Recomendamos para si

  • 3,99€                Branco   |    Portugal
    0 Avaliação(s)

    A família Mascarenhas Fiuza é actualmente proprietária de quatro quintas, na região do Ribatejo, com uma área de vinha de cerca de 120 ha. Os seus terrenos agrícolas, predominantemente argilo-calcários e arenosos, oferecem excelentes condições edafoclimáticas para a produção de vinhos brancos, plenos de fruta e acidez.

    Quantidade
    Em stock
  • 4,20€                Branco   |    Portugal
    0 Avaliação(s)

    Com uma área total de 2.800 ha, a Quinta da Alorna nasceu em 1723 e o seu nome deveu-se ao facto do seu proprietário Senhor D. Pedro de Almeida ter liderado a conquista da praça-forte de Alorna, na India. É uma das mais importantes empresas na região do Tejo, exportando mais de 50% da sua produção.

    Quantidade
    Em stock
  • 3,90€                Branco   |    Portugal
    0 Avaliação(s)

    Esta empresa iniciou a sua actividade vitícola em 1920, tendo sido durante muitos anos um dos principais fornecedores de uva da José Maria da Fonseca. A casa Ermelinda Freitas iniciou a sua produção de vinhos engarrafados em 1997, com o lançamento de Terrasdo Pó, pela mão do enólogo Jaime Quendera e Ermelinda Freitas.

    Quantidade
    Em stock

DESCRIÇÃO

Campolargo dá nome a um projecto familiar, que é atualmente indissociável da história da região da Bairrada, sobretudo pela sua inovação e inconformidade com que sempre se caracterizaram os seus produtos de elevadíssima qualidade.  
As vinhas agrupam-se em duas propriedades: Quinta de S. Mateus, com 110 hectares, na freguesia de S. Lourenço do Bairro e Quinta de Vale de Azar, com 60 hectares, na freguesia de Arcos. Nesta última os terrenos são predominantemente, argilo-arenosos, com pequenas zonas de calcário. A exposição é, na maior parte, a sul e a poente. O encepamento consiste maioritariamente em parcelas de Baga, Touriga Nacional, Tinta Barroca, Pinot Noir, Trincadeira da Bairrada ( vulgo “Periquita”) e Cabernet Sauvignon, no que se refere às tintas e Bical, Arinto, Cerceal e Verdelho, no que diz respeito a brancas. 
Foi em meados dos anos noventa, pela mão de Carlos Campolargo, que o projecto se iniciou na vinificação das castas replantadas a partir dos finais dos anos setenta, nas vinhas de que são proprietários, na zona de Mogofores. Algumas das castas que entraram nessa replantação foram cultivadas pela primeira vez na região, entre as quais as famosas Cabernet Sauvignon e Petit Verdot. Os primeiros vinhos da marca Campolargo foram os da colheita de 2000, tendo nos mesmos assumido predominância, para além da Baga, essas mesmas castas de cariz mais internacional.
 Campolargo Branco 2015 é um vinho 100% da casta cercial, de solos argilo-calcários, vinificado com fermentação em barrica usada, após decantação e com recurso ao processo de batonnage, com borras finas até ao engarrafamento.
 Da autoria de Raquel Carvalho e Carlos Campolargo, trata-se de um vinho que apresenta uma cor citrina, sendo extremamente elegante no aroma, com notas de flores brancas. Com excelente final de prova, estrutura e frescura, na boca, toda a complexidade da casta associa-se a notas ligeiras de frutas brancas.
É um vinho de baixa produção (apenas 1.650 litros) que se recomenda para pratos de peixe assado.

Avaliações

Escrever um comentário